terça-feira, 12 de janeiro de 2010



216 - TANTOS CAMINHOS
Autor: Carlos Henrique Rangel


São tantos os caminhos
Do Mundo
Que não sei se volto
Ou continuo.
Se para leste
Ou oeste.
O sul me parece
Gelado...
E o norte
Não me deixa entrar.


Sou do Terceiro Mundo
E o meu caminho
É de classe média.
Na medida do possível
Faço curvas,
Dobro esquinas,
E te encontro no sinal
Onde todos param.
Onde todos repensam
A caminhada.


São tantos os caminhos
Do Mundo
Que me restrinjo às voltas.
Sempre à esquerda
Sempre à esquerda...
E eu nem sou...

Sou menino antigo
Que caminha sem rumo.
Meu pé esquerdo
Segue o direito.
Os passos nunca
São juntos...
Não pulo, caminho...
E confuso...
São tantos os caminhos
Do Mundo...
E eu continuo
Caminhando.
Sempre caminhando
sempre
Caminhando
Caminhando
Caminhando...



6 comentários:

  1. São tantos os caminhos possíveis que as possibilidades são infinitas.. Podemos nos perder ou nos encontrar...
    Caminhar é um aprendizado sempre...Quando caminhamos levamos tudo conosco: nossos amores, nossas dores, nossas tristeza e alegrias... Carregamos uma grande bagagem...

    ResponderExcluir
  2. Eu fico frustrada... Em alguns setores da vida so podemos escolher um caminho... Mas eu queria escolher varios...

    ResponderExcluir
  3. você pode tudo... A escolha é sua...Frustrada ficará se não souber o que poderia ter sido...
    E tudo pode ser se ocê quiser.

    ResponderExcluir
  4. E você pode querer parar na banca ou seguir...
    Pode mudar de emprego ou namorar...
    Por que não ir ao cinema?
    Ou almoçar? Tudo pode ser e será...
    Se você quiser...
    E só você pode querer...

    ResponderExcluir
  5. As coisas são mais amplas do que isso, quem me dera se minhas escolhas estivesse relacionadas a cinemas ou almoços...

    ResponderExcluir

1212 - FOICE