sábado, 6 de fevereiro de 2010

243 - EXPERIMENTOS - POEMA DA VIDA


243 - POEMA DA VIDA
Autor: Carlos Henrique Rangel

Encontrei no jardim
Um besouro derrotado.
Formigas vermelhas
Suavam seu transporte
Em lento arrastar.
Logo a diante,
Uma pequena lesma
Desenhava o chão
Escrevendo sua marca.
Quinze minutos é o tempo
Para que os versos se cruzem...
Terei então um poema
Da vida...
É esse que quero escrever...



Um comentário:

  1. O poema se escreve em quinze minutos o em quinze segundos.
    As vezes em quinze horas ou em quinze anos.
    Outros em quinze décadas.
    Quinze séculos passam pelos meus olhos em quinze segundos. Então em quinze minutos eu mudo minha mente e a visão de meus seguidores.

    ResponderExcluir

1246 - ESPECTRO