terça-feira, 2 de novembro de 2010

427 - SILÊNCIO
Autor: Carlos Henrique Rangel

O silêncio das coisas
falam que sou...
Já fui tanto
que não sei o que sou.
No entanto
um pouco de mim
está no que vi
no que toquei
no que fiz
no que guardei
no que amei...
No silêncio
que diz o que sou
sem pudor
eu me perco
e me encontro.
O mundo
que fiz meu
sou eu...
Silêncio...

Um comentário:

  1. Proteus,

    Sempre um pouco de nós em tudo...mesmo no silêncio.

    bj

    ResponderExcluir

1211 - VISÃO