domingo, 7 de novembro de 2010

429  - CURA
Autor: Carlos Henrique Rangel

O que queima meu corpo
É por você...
Doente?
Sim,
Doente de você...
Tanto te quero
Que meu querer
É quase um não querer...
Sofro tanto esse amor
Que me esqueço.
De mim não sei mais.
Só sei você...
Esse amor que queima
Em mim
Tem nome que a ciência
Não advinha.
E soa tão bem em meus tímpanos
Que meus lábios declamam
Como oração...
É para você
Essa devoção.
Essa chama que sou...
A cura,
A cura só você...
Ministradas em doses suaves...
Carinho...
Meus lábios nos seus...
Os seus nos meus...

Nenhum comentário:

Postar um comentário

1245 - POSSÍVEL