sábado, 13 de novembro de 2010

434 - MIOPIA
Autor: Carlos Henrique Rangel

Miopia é o que tenho em
meus sentidos...
Tudo vejo nublado
como impressionista que sou.
Onde estão as linhas do seu rosto?
Eu não te conheço,
meu amor...
Nada é o que parece ser
e nem sei se realmente é.
Sou míope de você
meu amor...
Nunca sei quem você é.
O mundo embaçado que vejo
Também o sou...
Sou míope cultural, sentimental, amoral...
Não me vejo direito e muito menos você.
Meu Deus!
Nunca sei de você...



Ler mais: http://www.luso-poemas.net/modules/news/article.php?storyid=159969#ixzz15C4Woss9
Under Creative Commons License: Attribution Non-Commercial No Derivatives

Nenhum comentário:

Postar um comentário

1256 - SERENATA