quinta-feira, 14 de outubro de 2010

421 - VERMELHO E BRANCO
Autor: Carlos Henrique Rangel

Vestirei branco
Para te realçar a beleza rubra...
Quem sabe mais tarde a descubra
Entre panos vermelhos e brancos
Em escuridão incolor...
Vestirei branco
Para demonstrar pureza...
Puro é o meu coração.
Quando te vê como rosa.
Que seja minha rosa vermelha
Sobre o branco que me cobre
Seremos lindos.
Será meu vinho derramado
Em toalha de linho.
Seremos composição...
Obra prima de exposição...
Vestirei branco
Para te chamar a atenção.

2 comentários:

  1. Chamou a minha atenção
    gostei da poesia, vim deixar um beijinho!
    Isa

    ResponderExcluir
  2. Muito obrigado Isa. Volte sempre.
    PROTEUS.

    ResponderExcluir