quarta-feira, 22 de março de 2017

1130 - NADA
Autor: Carlos Henrique Rangel
 1131 - DOCE PERFUME
Autor: Carlos Henrique Rangel


Nenhum comentário:

Postar um comentário

1391 - SILÊNCIOS

Há silêncios ruidosos que martelam, martelam...  Ditam coisas e não-coisas...  Há silêncios que tremem o corpo e forçam soluços... ...